Naopim Family Office

Fundada em 1990 a Naopim é uma das pioneiras a usar o termo Family Office no Brasil.

Esta expressão foi cunhada na Inglaterra do século XVI. Contudo, naquela época não tinha o mesmo significado que tem hoje.

O conceito atual tem origem no início do século XX, nos Estados Unidos. Os grandes industriais viram a necessidade de separar os ativos de suas empresas dos seus próprios. Criaram escritórios dedicados a gerir o patrimônio das famílias decorrente da separação desses ativos. Já naquela época era notório que administrar um grande patrimônio não era simples. Era necessário – um Family Office – e a equipe desses primeiros escritórios era composta de administradores, advogados, contadores e financistas. Desde então as complexidades só aumentaram.

Family Office atualmente vem se confundindo com a gestão financeira de recursos.

Na verdade, conceitualmente a expressão é muito mais abrangente do que apenas aplicar dinheiro. Não existe uma definição legal do que seja um family office nem no Brasil e nem no Mundo. Devido a isso existem algumas empresas com essa denominação e com atividades tão diversas umas das outras.

Por esse motivo é importante deixar muito claro que a atuação da Naopim é no sentido de organizar o patrimônio das famílias com o objetivo de protegê-lo e transferi-lo às gerações futuras.  A questão fiscal é no nosso entender fundamental nesse sentido, razão pela qual damos ênfase a esse aspecto. Não é nosso foco atuar área de alocação de recursos financeiros.
O papel que temos desempenhado ao longo desses anos tem sido de acompanhar e auxiliar as famílias nas suas decisões relacionadas à administração e a sucessão de seus patrimônios.

Conhecer a família a fundo não só o Patrimônio, mas sobretudo as pessoas, possibilita atuarmos de forma a atender as demandas familiares.